Siderurgia

JUNTOS, PELA AMPLIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE INSUMOS NO ESTADO

Imagem do setor - Siderurgia

Mapa do setor - Siderurgia

Este setor tem grande potencial nas regiões apontadas no mapa.

O SETOR É ESSENCIAL PARA O DESENVOLVIMENTO DE OUTROS SETORES 

A siderurgia é um ramo da metalurgia e insere-se na cadeia mínero-metalúrgica, base da economia mineira, com grande tradição e presença de empresas importantes em Minas Gerais. Neste setor, ocorre a fabricação do aço sob diversas formas segundo seu peso, volume, composição química e utilização. Caracterizado pelo uso intensivo de recursos naturais (minério de ferro, carvão vegetal/mineral, dentre outros), energia elétrica e máquinas e equipamentos, o setor tem alto grau tecnológico, a fim de mitigar os impactos ambientais e elevar sua competitividade. A siderurgia desempenha papel essencial enquanto fornecedor de insumos para os demais setores industriais, especialmente os de bens de capital, transportes e construção civil, possuindo um alto grau de encadeamento. Observa-se um certo grau de concentração geográfica das indústrias siderúrgicas nas Regiões Sudeste e Sul do Brasil, com destaque para São Paulo e Minas Gerais.

Ações por temas

Escolha um dos temas abaixo e conheça o plano de ações específico que irá transformar os desafios em oportunidades de crescimento.

LISTA DE AÇÕES


Ação Curto Prazo LegendaCurto prazo
Até 1 ano
Ação Médio Prazo LegendaMédio prazo
De 1 a 3 anos
Ação Longo Prazo LegendaLongo prazo
Acima de 3 anos
Alinhar oferta de profissionais com a demanda do setor, em quantidade e qualidade
1

Desafio/Oportunidade

  • Escassez de profissionais de nível superior e técnico para atuação no setor
  • Desconexão entre matriz de ensino e as demandas do mercado
  • Necessidade de inserir os estudantes dentro da realidade empresarial
2

O que se pretende alcançar

  • Adequação da oferta de cursos em áreas correlatas às demandas específicas do setor
  • Alinhamento da formação profissional com realidade e necessidade do mercado
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SENAI-FIEMG
Secretaria de Estado da Educação (SEE)
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM)
Instituto Aço Brasil (IABr)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET MG)
Indústrias

1

Criar mecanismos para mapeamento da oferta e da demanda de profissionais para o setor

Levantar cursos ofertados pelas instituições de ensino nas áreas correlatas, incluindo projeção para os próximos anos

Preço estimado para a atividade:
R$ 20.000

Analisar demandas do setor, identificando nas empresas atividades específicas e competências necessárias ainda não supridas

Preço estimado para a atividade:
R$ 30.000 a R$ 80.000

 

2

Aproximar instituições de ensino das empresas do setor

Propor às instituições de ensino as adequações necessárias na matriz curricular, alinhadas à demanda identificada

A atividade deverá articular a introdução da temática da inovação nas grades curriculares dos cursos em áreas correlatas
Deverá ser analisada a necessidade de criação de cursos técnicos voltados para o setor

Estimular aproveitamento dos meios de contratação disponíveis nas instituições de ensino (estágios técnicos, empresas Júnior e trainee) e divulgar oportunidades em aberto nas empresas

Articular parcerias para imersão dos estudantes no âmbito empresarial gerando conhecimento da realidade e problemas práticos

Sugeres-e expandir Programa Futuros Engenheiros para outras formações com atuação focada nas empresas

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Desenvolver competências gerenciais
1

Desafio/Oportunidade

  • Baixo conhecimento e adoção dos conceitos e métodos de gestão empresarial disponíveis.
  • Dificuldade de aplicação rotineira das ferramentas de gestão na realidade empresarial.
2

O que se pretende alcançar

  • Incorporação de práticas de gestão adequadas à realidade das empresas.
  • Aumentar as competências dos gestores empresariais, de modo a tornar as empresas mais eficientes e, consequentemente, mais competitivas.
  • Engajamento das lideranças empresariais do setor com cultura e atividades de inovação.
3

Stakeholders

IEL-FIEMG
SEBRAE MG
Faculdade de Tecnologia SENAI (FATEC)
Rede Metrologica de Minas Gerais (RMMG)
Fundação João Pinheiro (FJP)
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABr)
Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM)
Universidade Federal de Ouro Preto ( UFOP)
Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET MG)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Indústrias

1

Ofertar capacitação gerencial direcionada às demandas do setor 

Realizar treinamento temático nas empresas, customizado para suas demandas específicas

Temas sugeridos: Gestão Financeira e captação de financiamentos, Gestão Estratégica, Gestão da Inovação, Gestão de Produção e Estoques, Gestão Mercadológica e Marketing, Gestão de Processos, Gestão de Pessoas.
Benchmarking: Programa Praticar para Crescer

Preço estimado para a atividade:
R$ 500/hora a R$ 800/hora


Articular parcerias para realização de cursos de gestão em escolas de referência no Brasil e exterior

Temas sugeridos: Gestão empresarial, estratégia, empreendedorismo
Público alvo: gerência e alta direção
A capacitação será ofertada em 2 módulos: um treinamento coletivo e uma consultoria in company para os gestores, de modo a atender as necessidades específicas de cada empresa

Preço estimado para a atividade:
A partir de R$ 500/hora a R$ 800,00/hora

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Facilitar práticas de Gestão de Recursos Humanos
1

Desafio/Oportunidade

  • Baixa retenção da mão de obra.
  • Baixo comprometimento e motivação dos colaboradores.
2

O que se pretende alcançar

  • Estruturação de processos de Gestão de Recursos Humanos nas indústrias.
  • Melhor nível de qualidade de vida e grau de satisfação dos trabalhadores.
  • Engajamento dos trabalhadores com os desafios e resultados da empresa.
  • Aumento do tempo de permanência dos trabalhadores nas empresas e crescimento nos cargos ocupados e funções desempenhadas.
3

Stakeholders

SESI-FIEMG
IEL-FIEMG
Faculdade de Tecnologia SENAI (FATEC)
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABr)
Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM)
Indústrias

1

Desenvolver políticas e processos de Gestão de Recursos Humanos nas empresas

Promover capacitação e consultoria técnica especializada para estruturação da Gestão de Recursos Humanos nas empresas

Preço estimado para a atividade:
R$ 120/hora

Sensibilizar empresas quanto à importância da realização de práticas de Gestão Recursos Humanos e do seu impacto na produtividade

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

Divulgar aos funcionários os benefícios praticados pelas empresas

2

Realizar ações de valorização e bem estar dos funcionários do setor

Promover programas de saúde e bem estar dos funcionários das indústrias do setor por meio de atividades físicas e culturais

Promoção de palestras em temas como saúde, redução do stress, consumo de álcool e outras drogas, e gestão financeira familiar
Divulgação de Programas como o SESI Ginástica na Empresa e DESEV - Diagnóstico de Saúde e Estilo de Vida
Promoção de eventos de lazer envolvendo a família dos colaboradores e campanhas educativas em saúde e qualidade de vida

Para mais informações, consulte:

http://www7.fiemg.com.br/sesi/produto/sesi-industria-saudavel

http://www7.fiemg.com.br/sesi/produto/ginastica-na-empresa

3

Realizar campanhas publicitárias e eventos para melhorar atratividade do setor

Realizar campanhas de valorização dos trabalhadores do setor

Público alvo: estudantes

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Facilitar inclusão das pessoas com deficiência nas empresas do setor
1

Desafio/Oportunidade

  • Dificuldade no cumprimento das cotas de empregos para pessoas com deficiência
2

O que se pretende alcançar

  • Disseminação de informações e boas práticas para contratação de pessoas com deficiência
  • Atendimento aos percentuais de contratação de pessoas com deficiência exigidos por lei
  • Maior inclusão profissional de pessoas com deficiência na indústria
3

Stakeholders

SESI-FIEMG
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Instituto Aço Brasil (IABr)
Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Secretaria de Estado de Direitos Humanos Participação Social e Cidadania (SEDPAC)
Indústrias

1

Sensibilizar empresários quanto a correta adequação de vagas de trabalho às pessoas com deficiência

Promover eventos para troca de informações e discussão do tema

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

2

Divulgar serviços existentes que promovam a integração entre pessoas com deficiência e empresas

Expandir utilização do cadastro I-Hunter do SESI, que consolida registro de profissionais com deficiência e demanda das empresas

A atividade deverá ser executada em parceria com o Centro de Integração e Apoio à Pessoa com Deficiência Rogéria Amato (SESI - CIRA)

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Para visualizar o conteúdo completo, acesse pelo desktop ou preencha o formulário abaixo e receba o material por e-mail.
Expandir atuação mercadológica
1

Desafio/Oportunidade

  • Necessidade de aumentar a demanda por aço
2

O que se pretende alcançar

  • Expansão do mercado de atuação do setor
  • Aumento da demanda pelos produtos do setor
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SEBRAE MG
Secretaria de Estado e Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais ( SEDE)
Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais ( INDI)
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Instituto Aço Brasil (IABR)
Indústrias

1

Mapear competências tecnológicas das empresas e os segmentos de mercado em que se aplicam

Realizar estudos de viabilidade e tendências de mercado para segmentos identificados da cadeia de valor

Sugere-se considerar os segmentos de construção civil, arquitetura e indústria de base

Preço estimado para a atividade:
R$ 30.000

2

Apoiar diversificação de mercado e portfólio de produtos

Apoiar segmentação de produção e P&D para atendimento às novas demandas

O Instituto Aço Brasil - IABr possui uma área específica (CDCA) para desenvolver soluções do aço para construção civil

Preço estimado para a atividade:
R$ 120.000

Realizar encontros afim de aproximar entidades representativas do setor com outros segmentos da cadeia de valor

Preço estimado para a atividade:
R$ 50.000,00

Realizar campanhas de marketing e valorização do uso do aço em projetos de arquitetura, como material de acabamento 

Preço estimado para a atividade:
R$ 70.000 a R$ 150.000 (plano de comunicação setorial completo)

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Desenvolver infraestrutura de transporte de Minas Gerais
1

Desafio/Oportunidade

  • Impacto das deficiências de infraestrutura de transporte no comprometimento da competitividade das empresas
2

O que se pretende alcançar

  • Maior eficiência e integração das redes de transporte que impactam toda a cadeia do setor
  • Redução de custos e tempo de frete
  • Aumento da competitividade das empresas
3

Stakeholders

Conselho de Infraestrutura - FIEMG
Ministério dos Transportes (MT)
Secretaria de Estado de Transporte e Obras Públicas (SETOP)
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABR)
Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM)
Indústrias

1

Analisar situação da infraestrutura utilizada pelas empresas do setor

Identificar necessidades de melhorias na infraestrutura das estradas, modais, trechos e eixos existentes

Sugere-se utilizar Projeto Sudeste Competitivo, da CNI, como insumo de informações

Preço estimado para a atividade:
R$ 50.000 a R$ 70.000

2

Promover melhorias na infraestrutura

Realizar planejamento para solução dos problemas e demandas identificadas

Desenvolver planejamento com matriz de responsabilidades, objetivos, agentes responsáveis e resultados esperados

Preço estimado para a atividade:
R$ 30.000 a R$ 55.000

Articular com as entidades responsáveis a priorização e maior agilidade em projetos de grande impacto

Sugere-se a realização da atividade em conjunto com órgãos públicos

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Para visualizar o conteúdo completo, acesse pelo desktop ou preencha o formulário abaixo e receba o material por e-mail.
Promover pesquisa aplicada e inovação em rede
1

Desafio/Oportunidade

  • Distanciamento entre Instituições de Ciência e Tecnologia - ICTs e indústrias
2

O que se pretende alcançar

  • Integração entre Instituições de Ciência e Tecnologia - ICTs e empresas
  • Promoção de inovações em processos e produtos desenvolvidos em parceria entre empresas e Instituições de Ciência e Tecnologia - ICTs
  • Aumento do número de pesquisas aplicadas na indústria
3

Stakeholders

SENAI FIEMG
Centro de Inovação e Tecnologia – SENAI FIEMG
IEL - FIEMG
SEBRAE MG
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABr)
Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM)
Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
Universidade Federal de Viçosa (UFV)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais (FAPEMIG)
Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII)
Secretaria de Estado de Ciência , Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (SECTES)
Indústrias

1

Mapear demanda por inovação tecnológica no mercado e relacioná-las às pesquisas em andamento nas instituições

Identificar oportunidades para desenvolvimento de projetos de inovação nas empresas

Foram identificadas como áreas de interesse: desenvolvimento de novos produtos, processos, materiais, coprodutos, redução de consumo energético e de água, utilização de biomassa

Preço estimado para a atividade:
R$ 50.000 a R$ 70.000

Identificar competências e pesquisas em andamento nos Institutos de Ciência e Tecnologia - ICTs compatíveis com as oportunidades ou necessidades do mercado

Preço estimado para a atividade:
R$ 3.000 a R$ 6.000 (serviço prestado às empresas)
R$ 150.000 a R$ 190.000 (para o setor)

Analisar a aplicabilidade das tendências tecnológicas identificadas à realidade das empresas e regiões nas quais estão inseridas 

Realizar benchmarking internacional; prospecção tecnológica e inteligência de mercado

2

Incentivar integração dos agentes do setor para troca de informações e conhecimento

Realizar constante atualização das tendências de mercado, principalmente na área de coprodutos

Preço estimado para a atividade:
R$ 50.000 a R$ 70.000

Criar mecanismo de divulgação e atualização das informações mapeadas

Realizar encontros periódicos para divulgação de trabalhos, oportunidades e boas práticas de parcerias

Preço estimado para a atividade:
R$ 50.000 a R$ 70.000

3

Estimular desenvolvimento colaborativo e transferência de tecnologia entre os agentes do setor

Articular absorção pelas empresas dos resultados de pesquisas dos Institutos de Ciência e Tecnologia - ICTs ou desenvolvimento de novas pesquisas em parceria

Articular expansão de parcerias com atores, nacionais ou internacionais, com expertise reconhecida na área

Sugere-se priorizar o desenvolvimento de produtos inovadores e transferência de tecnologia

Propor desenvolvimento de projetos de pesquisa em rede, com diversos institutos e empresas, para desenvolvimento de inovações

O objetivo é a integração eficaz de competências complementares

Apoiar parcerias para pesquisas com objetivo de desenvolver materiais com novas propriedades

Esta ação tem como público alvo empresas em estágio tecnológico avançado

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Promover inovação sistêmica nas empresas
1

Desafio/Oportunidade

  • Necessidade de aprimoramento em gestão da inovação nas empresas do setor em Minas Gerais
2

O que se pretende alcançar

  • Implementar práticas e processos para estruturação de um sistema de inovação e desenvolvimento de novos produtos internamente nas empresas
  • Aumento do nível de investimento do setor com atividades inovativas
  • Capacitação das empresas para elaborarem e gerirem ações na área de inovação
  • Disseminar a cultura da inovação
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SEBRAE MG
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABR)
Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM)
Secretaria de Estado de Ciência , Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (SECTES)
Indústrias

1

Qualificar empresas em Gestão da Inovação

Sensibilizar empresas quanto à importância do investimento em inovação como estratégia competitiva

Sugere-se a realização palestras e cursos com formato específico para siderúrgicas

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

2

Direcionar atividades inovativas empresariais

Realizar consultoria customizada para planejamento estratégico de inovação nas empresas, para definição de objetivos e meios para alcançá-los

Sugere-se a realização de diagnóstico inicial nas empresas

Preço estimado para a atividade:
R$ 10.000 a R$ 25.000

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Apoiar empresas na obtenção de financiamento
1

Desafio/Oportunidade

  • Dificuldade na obtenção de recursos financeiros para inovação.
  • Pouca utilização de créditos e financiamentos para inovação e modernização.
2

O que se pretende alcançar

  • Crescimento do acesso das indústrias às linhas de financiamento específicas para inovação, inclusive via capital de risco.
  • Conhecimento dos atores do setor sobre os financiamentos e incentivos fiscais disponíveis.
  • Apresentação de conjunto de melhores práticas e processos para obtenção de recursos.
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SEBRAE MG
BNDES
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABr)
Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM)
Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII)
Fundação de Amparo a Pesquisa de Minas Gerais (FAPEMIG)
Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP)
Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG)
Indústrias

1

Promover conhecimento a respeito dos recursos financeiros e suas características

Mapear fontes de financiamento e linhas de crédito para desenvolvimento e incentivo à inovação e identificar especificidades

Considerar as linhas de crédito e financiamento de bancos de desenvolvimento, como BNDES e BDMG, além de outras fontes possíveis, como EMBRAPII e FAPEMIG

Divulgar para as empresas disponibilidade de recursos financeiros para inovação

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

2

Capacitar empresas na captação e utilização de recursos financeiros providos por entidades de crédito e investimento

Preparar empresas na elaboração e submissão de projetos de inovação e inscrição em editais

Sugere-se a realização desta atividade em conjunto com a Gerência de Capitalização e Financiamento e Gerência de Inovação do Sistema FIEMG

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Para visualizar o conteúdo completo, acesse pelo desktop ou preencha o formulário abaixo e receba o material por e-mail.
Apoiar empresas do setor na adequação às Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
1

Desafio/Oportunidade

  • Dificuldades de adequação das indústrias do setor para atendimento às normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
2

O que se pretende alcançar

  • Melhoria das condições de trabalho e segurança da mão de obra do setor
  • Atendimento às normas regulamentadoras do MTE (pincipalmente NR12) de forma estruturada, com investimentos planejados
  • Minimização do risco de autuação pelo não cumprimento das exigências legais de saúde e segurança que regulamentam o setor
3

Stakeholders

IEL-FIEMG
SENAI-FIEMG
SESI-FIEMG
SEBRAE
Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (SEDESE)
Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG)
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
Ministerio do Trabalho e Emprego (MTE)
Indústrias

1

Disseminar noções básicas de saúde e segurança

Ampliar divulgação da cartilha de noções básicas de saúde e segurança do trabalho, elaborada pelo SESI - MG

Disponível em http://www7.fiemg.com.br/sesi/produto/saude-e-seguranca-no-trabalho

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

2

Ampliar Programa Indústria Segura do SESI - MG

Realizar consultoria técnica para apoiar as empresas no cumprimento das exigências das Normas Regulamentadoras (NRs)

Preço estimado para a atividade:
R$20.000


Realizar auditorias simuladas nas empresas participantes para verificação quanto ao atendimento às NRs

É aconselhado verificar a organização obrigatória da documentação referente às exigências trabalhistas da empresa


Realizar estudo de viabilidade dos investimentos necessários à adequação do parque industrial das empresas participantes 

Visar o planejamento financeiro das empresas para à realização do investimento

Preço estimado para a atividade:
R$ 30.000 a R$ 50.000

3

Divulgar linhas de crédito específicas para adequações às Normas Regulamentadoras

Ampliar divulgação das linhas de crédito disponíveis para investimentos no cumprimento das Normas Regulamentadoras

Como exemplo, linhas de crédito para aquisição e adequação de máquinas e equipamentos à NR 12
Para mais informações consulte: financiamento@fiemg.com.br

http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/
Apoio_Financeiro/Programas_e_Fundos/finame_moderniza.html

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Apoiar empresas do setor na realização da Análise Ergonômica do Trabalho - AET
1

Desafio/Oportunidade

  • Dificuldades de adequação das indústrias do setor para atendimento à Norma Regulamentadora 17 - Ergonomia do M.T.E.
2

O que se pretende alcançar

  • Melhoria das condições de trabalho e segurança da mão de obra do setor
  • Adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, proporcionando máximo conforto, segurança e desempenho eficiente
3

Stakeholders

IEL-FIEMG
SENAI - FIEMG
SESI-FIEMG
Centro de Inovação e Tecnologia – SENAI FIEMG
Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (SEDESE)
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG)
Ministerio do Trabalho e Emprego (MTE)
Indústrias

1

Realizar consultoria técnica especializada para avaliação ergonômica do trabalho

Identificar pontos de medição ambiental e postos de trabalho


Analisar aspectos ergonômicos nas empresas

Considerar visualização de posturas, esforço, mobiliário e equipamentos

Preço estimado para a atividade:
R$15.000


Identificar pontos de risco ergonômico e elaborar tabela de custos humanos do trabalho


Elaborar Laudo Ergonômico das dependências da empresa


Realizar reunião de entrega dos relatórios, esclarecimentos de dúvidas e apresentação de soluções 

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Apoiar empresas na obtenção de certificação
1

Desafio/Oportunidade

  • Dificuldade de obtenção de certificações e homologações
2

O que se pretende alcançar

  • Aumento do número de empresas que estejam certificadas, homologadas  e normatizadas
3

Stakeholders

IEL-FIEMG
Centro de Inovação e Tecnologia – SENAI FIEMG
SEBRAE MG
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABR)
Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Fundação Estadual do Meio Ambiente ( FEAM)
Secretaria de Estado Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (SEMAD)
Indústrias

1

Identificar empresas interessadas na obtenção de certificações com foco ambiental

Levantar empresas que estejam interessadas em obter certificados de eficiência energética e gestão ambiental

O certificado ISO 14001 deve ser considerado

Preço estimado para a atividade:
R$ 50.000 a R$ 70.000

2

Preparar empresas na obtenção de certificações

Divulgar boas práticas e diretrizes para a obtenção de certificações 

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

Capacitar empresas na obtenção de certificações voltadas à gestão ambiental


Divulgar linhas de crédito disponíveis para realização das melhorias exigidas pelas certificações

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Amenizar impacto tributário na competitividade do setor
1

Desafio/Oportunidade

  • Dificuldade de recuperação do crédito de ICMS
  • Alta carga tributária incidente sobre o setor
  • Guerra fiscal entre unidades da federação
2

O que se pretende alcançar

  • Recuperação de crédito retido de ICMS
  • Aumento da competitividade das indústrias do setor, eliminando a guerra fiscal e possibilitando a atração de investimentos para o Estado
3

Stakeholders


IEL-FIEMG
Secretaria de Estado da Fazenda (SEF)
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Indústria

1

Incentivar recuperação dos créditos de ICMS retidos nas transações de exportação

Entender as principais demandas referentes à recuperação de crédito de ICMS

Sugere-se a realização desta atividade em conjunto com o sindicato do setor

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Estimular destinação econômico-ambiental de resíduos
1

Desafio/Oportunidade

  • Altos custos de tratamento de resíduos
  • Necessidade de adequar a destinação dos resíduos gerados pela indústria a práticas mais sustentáveis
2

O que se pretende alcançar

  • Incentivo à práticas responsáveis na cadeia produtiva
  • Geração de valor a partir do reaproveitamento de resíduos
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SENAI - FIEMG
Centro de Inovação e Tecnologia - SENAI FIEMG
SEBRAE MG
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABR)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Instituto Senai de Tecnologia e Meio Ambiente
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABR)
Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM)
Indústrias

1

Propor soluções para a reutilização dos resíduos industriais e geração de valor econômico

Prospectar em bancos de patentes as tecnologias aplicáveis à reutilização de resíduos em coprodutos

Preço estimado para a atividade:
R$ 3.000 a R$ 6.000

Realizar mapeamento tecnológico para aplicação dos resíduos industriais no desenvolvimento dos coprodutos

Preço estimado para a atividade:
R$150.000

Realizar estudo de viabilidade técnica da utilização dos resíduos na produção de coprodutos

Preço estimado para a atividade:
R$100.000

Articular criação de políticas de incentivo ao desenvolvimento e comercialização de coprodutos que reutilizam resíduos 


Promover parcerias entre empresas e centros de pesquisa para agregação de valor aos resíduos por meio da reutilização e novas aplicações

Um exemplo é a fabricação de cimentos e fertilizantes a partir de escórias do alto-forno

Preço estimado para a atividade:
R$ 50.000 a R$ 70.000

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Estimular eficiência no consumo de energia
1

Desafio/Oportunidade

  • Alto custo e consumo de energia elétrica no setor
2

O que se pretende alcançar

  • Maior competitividade e sustentabilidade do setor, com a redução do consumo e gastos com energia
  • Promoção da geração de energia elétrica para suprir parte do gasto energético das indústrias
  • Redução da emissão de Gases do Efeito Estufa (GEE)
  • Promoção de um setor mais sustentável
3

Stakeholders

IEL-FIEMG
SENAI - FIEMG
Centro de Inovação e Tecnologia - SENAI FIEMG
SEBRAE MG
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABR)
Universidade Federal de Minas Gerais ( UFMG)
Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM)
Secretaria de Estado Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (SEMAD)
Efficientia - CEMIG
Indústrias

1

Sensibilizar empresários quanto às oportunidades e benefícios advindos da cogeração de energia

Realizar eventos como workshops e palestras sobre cogeração de energia

Evidenciar o retorno sobre investimento

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

2

Buscar possibilidades para melhorar a eficiência no consumo de energia

Mapear rotas de produção mais eficientes para fornos em projetos de pesquisa em rede

Preço estimado para a atividade:
R$150.000

Identificar tecnologias para cogeração de energia a partir do gás gerado na carbonização

Realizar benchmarking com empresas de grande porte que possuem sistemas de cogeração e conseguem vender o excedente de energia

3

Apoiar empresas a alcançar melhor aproveitamento do recurso energético

Apoiar a renovação fabril e melhoria nos processos produtivos

Incentivo à renovação dos bens de capital das empresas, optando por maquinários com melhor desempenho energético e softwares modernos


Divulgar linhas de crédito voltadas para o investimentos em novas máquinas e equipamentos

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000


Articular parcerias para implementação de unidades de cogeração de energia

Potencial parceiro: Efficientia - Subsidiária da CEMIG

Fomentar pesquisas que tornem mais eficazes os sistemas de cogeração já existentes

Em especial, visando aumentar o rendimento dos sistemas e evitar perdas

Apoiar implementação de técnicas para cogeração, novos processos e treinamento da mão de obra específica

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Estimular eficiência no consumo de água
1

Desafio/Oportunidade

  • Escassez de recursos hídricos
2

O que se pretende alcançar

  • Redução no consumo e aumento da reutilização da água
  • Disseminação de práticas sustentáveis no uso da água
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
Centro de Inovação e Tecnologia – SENAI FIEMG
SEBRAE MG
COPASA
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABR)
Universidade Federal de Ouro Preto ( UFOP)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal de Viçosa (UFV)
Fundação Getúlio Vargas ( FGV)
Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI)
Ministério do Meio Ambiente (MMA)
Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM)
Secretaria de Estado Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (SEMAD)
Indústrias

1

Avaliar a situação das empresas quanto ao uso da água

Mapear consumo de recursos hídricos do setor, disponibilidade e impactos socioambientais


Identificar oportunidades de economia e reuso de água

Por exemplo, através da captação da água de chuvas para o resfriamento de máquinas e equipamentos

2

Incentivar práticas sustentáveis no uso da água em toda a cadeia produtiva

Elaborar projetos com empresas para reduzir o consumo de água e aumentar reutilização

Público Alvo: Empresas de menor porte

Sugere-se considerar o reuso de água para resfriamento das máquinas como exemplo


Articular a formação de parcerias comerciais condicionadas à realização de práticas sustentáveis no uso da água

3

Acompanhar resultados do Pacto Minas pelas Águas: desdobramentos, imposições e oportunidades geradas

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Reduzir emissão de Gases do Efeito Estufa (GEE)
1

Desafio/Oportunidade

  • Necessidade de usar alternativas energéticas mais sustentáveis
  • Potencial poluidor do setor
  • Obrigatoriedade do inventário de emissão de Gases do Efeito Estufa - GEE
2

O que se pretende alcançar

  • Obtenção de vantagens compensatórias pela redução das emissões de CO2
  • Promoção de uma indústria mais sustentável
  • Aumento do número de empresas com Inventários Emissão de Gases do Efeito Estufa - GEE
  • Redução da emissão de Gases do Efeito Estufa - GEE
3

Stakeholders

IEL-FIEMG
SEBRAE MG 
Centro de Inovação e Tecnologia – SENAI FIEMG
Sindicato da Indústria de Ferro de Minas Gerais (SINDIFER)
Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM)
Instituto Aço Brasil (IABR)
Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal de Viçosa (UFV)
Fundação Getúlio Vargas (FGV)
Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI)
Ministério do Meio Ambiente (MMA)
Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM)
Indústrias

1

Incentivar utilização de carvão vegetal nas empresas do setor

Sensibilizar empresas quanto aos benefícios da utilização do carvão vegetal

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

Realizar benchmarking com empresas que já utilizam esse insumo de forma eficiente e sustentável

Buscar uma abordagem estruturada e unificada em conjunto com a Associação Mineira de Silvicultura - AMS

Preço estimado para a atividade:
R$ 50.000 (nacional) e R$ 150.000 (internacional)

2

Promover conceito de aço verde, proveniente de carvão vegetal de florestas plantadas, como um diferencial das empresas de Minas Gerais

Buscar uma abordagem estruturada e unificada em conjunto com a Associação Mineira de Silvicultura - AMS

3

Integrar setor siderúrgico a demais setores que utilizam carvão vegetal em seus processos de produção

Estimular comunicação entre os setores da cadeia para a discussão de propostas

Considerar o setor de ferro-gusa ao realizar a atividade

Preço estimado para a atividade:
R$50.000

4

Avaliar possibilidades de redução da emissão de Gases do Efeito Estufa - GEE

Mapear rotas de produção menos poluidoras em projetos de pesquisa em rede

Preço estimado para a atividade:
R$150.000


Articular parcerias com centros de pesquisa e Instituições de Ciência e Tecnologia - ICT's para o desenvolvimento de técnicas que viabilizem a utilização de biomassa nas empresa

Um exemplo é a parceria para desenvovimento de tecnologia de briquete

5

Apoiar aprovação de projetos de Mecanismos de Desenvolvimento Limpo - MDL

Integrar empresas a grupos de pesquisa, fomentando parcerias para investimento na captura e sequestro de Gases do Efeito Estufa - GEE

6

Orientar processo de elaboração de inventário de emissão de GEE

Realizar capacitação individual das empresas quanto ao processo de construção do inventário de emissão de Gases do Efeito Estufa - GEE

São parceiros sugeridos: FEAM, SEMAD, FGV e CIT SENAI

Divulgar informações, benefícios e boas práticas sobre o Inventário de Emissão de Gases do Efeito Estufa - GEE

Preço estimado para a atividade:
R$ 5.000 a R$ 25.000

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Para visualizar o conteúdo completo, acesse pelo desktop ou preencha o formulário abaixo e receba o material por e-mail.

Ações em destaque no setor

Uberaba recebe curso de capacitação em comércio exterior promovido pelo CIEMG

Ação é voltada para empresários e profissionais que atuam ou que desejam atuar no comércio internacional

SUPERA: Conhecimento que gera resultados

Programa de educação empresarial, parceria entre a FIEMG e a Fundação Dom Cabral, está com inscrições abertas

Baixe o Plano Setorial
Siderurgia

Bons investimentos nascem de informações precisas.

Preencha o formulário abaixo e receba gratuitamente o material completo de todas as regiões em seu e-mail.