Cerâmica Vermelha

JUNTOS, PELO FORTALECIMENTO E PRODUÇÃO DO SETOR NO ESTADO

Imagem do setor - Cerâmica Vermelha

Mapa do setor - Cerâmica Vermelha

Este setor tem grande potencial nas regiões apontadas no mapa.

EM MINAS GERAIS, O SETOR APRESENTA PAPEL IMPORTANTE PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DAS REGIÕES

O setor de cerâmica vermelha abrange a produção de elementos estruturais, de vedação e acabamento para a construção civil (telhas, blocos estruturais e de vedação, tubos, lajotas e pisos). No Brasil, o setor de cerâmica nacional é formado, predominantemente, por empresas de micro e pequeno porte, que estão distribuídas, principalmente, entre estados das regiões sul e sudeste do país. As empresas estão localizadas geograficamente próximas às unidades com jazidas de argila, como forma de facilitar o processamento e/ou transporte de grandes volumes da matéria-prima e reduzir os custos de produção. O estado de Minas Gerais apresenta várias cidades com produção de cerâmica vermelha, sendo o setor relevante para a economia das seguintes regionais: Centro-Oeste; Norte; Pontal do Triângulo; Vale do Jequitinhonha; e Rio Doce.

Ações por temas

Escolha um dos temas abaixo e conheça o plano de ações específico que irá transformar os desafios em oportunidades de crescimento.

LISTA DE AÇÕES


Ação Curto Prazo LegendaCurto prazo
Ação Médio Prazo LegendaMédio prazo
Ação Longo Prazo LegendaLongo prazo
Capacitar e apoiar as indústrias e unidades mineradoras de argila para o cumprimento das obrigações ambientais legais
1

Desafio/Oportunidade

  • Dificuldade de atendimento às normas de licenciamento ambiental.
2

O que se pretende alcançar

  • Conscientização sobre importância do atendimento às normas de licenciamento ambiental.
  • Divulgação sobre procedimentos, custos e benefícios decorrentes do licenciamento ambiental.
  • Divulgação sobre as sanções previstas em lei e sobre os custos para as empresas que atuarem sem licença.
3

Stakeholders

Centro de Inovação e Tecnologia (CIT) SENAI - FIEMG
IEL - FIEMG
SEBRAE MG
SECRETARIA DE MEIO AMBIENTE DE MINAS GERAIS (SEMAD MG)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Realizar consultoria para regularização ambiental

MICROATIVIDADES


Realizar consultoria técnica individual para as indústrias de cerâmica vermelha, bem como para as unidades mineradoras de argila, com o objetivo de regularizar a documentação, identificar falhas e práticas não sustentáveis realizadas durante a produção traçar um plano de ação para corrigi-las.


Apoiar as indústrias de cerâmica vermelha e unidades mineradoras de argila no processo de licenciamento ou regularização/renovação da licença ambiental.


Apoiar o processo de regularização das demais obrigações ambientais legais do setor: Inventário Estadual de Resíduos Sólidos Industriais e Cadastro Técnico Federal – CTF.

2

Ampliar a divulgação do Guia Técnico Ambiental da Indústria de Cerâmica Vermelha, junto às indústrias do setor no estado

MICROATIVIDADES

  • Informações Complementares:
    Disponível em: http://www7.fiemg.com.br/fiemg/produto/producao-mais-limpa

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Apoiar empresas do setor na realização da Análise Ergonômica do Trabalho (AET)
1

Desafio/Oportunidade

  • Dificuldades de adequação das indústrias do setor para atendimento à norma NR 17 - Ergonomia do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
2

O que se pretende alcançar

  • Melhoria das condições de trabalho e segurança da mão de obra do setor.
  • Adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, proporcionando máximo conforto, segurança e desempenho eficiente.
3

Stakeholders

SENAI – FIEMG
SESI - FIEMG
IEL - FIEMG
SEBRAE MG
SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL (SEDESE)
MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO (MTE)
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Realizar consultoria técnica especializada para avaliação ergonômica do trabalho

MICROATIVIDADES


Identificar pontos de medição ambiental e postos de trabalho.

Analisar aspectos ergonômicos nas empresas

Identificar pontos de risco ergonômico e elaborar tabela de custos humanos do trabalho.

Elaborar Laudo Ergonômico das dependências da empresa.

Realizar reunião de entrega dos relatórios, esclarecimentos de dúvidas e apresentação de soluções.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Apoiar empresas do setor na adequação às Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
1

Desafio/Oportunidade

  • Dificuldades de adequação das empresas do setor para atendimento às Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
2

O que se pretende alcançar

  • Melhoria das condições de trabalho e segurança da mão de obra do setor.
  • Atendimento às normas regulamentadoras do MTE (pincipalmente NR12) de forma estruturada, com investimentos planejados.
  • Minimização do risco de autuação pelo não cumprimento das exigências legais de saúde e segurança que regulamentam o setor.
3

Stakeholders

SENAI – FIEMG
SESI - FIEMG
IEL - FIEMG
SEBRAE MG 
SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL (SEDESE MG)
BNDES
BDMG
MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Ampliar a divulgação sobre prazos e procedimentos para o atendimento às Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)

-

2

Divulgar linhas de crédito específicas para adequações às Normas Regulamentadoras

MICROATIVIDADES


Ampliar divulgação das linhas de crédito disponíveis para investimentos no cumprimento das Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

3

Ampliar Programa Indústria Segura do SESI - MG

MICROATIVIDADES


Realizar consultoria técnica para apoiar as empresas no cumprimento das exigências das normas regulamentadoras.

Realizar auditorias simuladas nas empresas participantes para verificação quanto ao atendimento às normas.


Realizar estudo de viabilidade dos investimentos necessários à adequação do parque industrial das empresas participantes para o atendimento às normas.

4

Disseminar noções básicas de saúde e segurança

MICROATIVIDADES


Ampliar divulgação da cartilha de noções básicas de saúde e segurança do trabalho, elaborada pelo SESI - MG.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Apoiar empresas a cumprirem as exigências regulatórias e certificações
1

Desafio/Oportunidade

  • Dificuldade no atendimento às especificações de produtos, de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).
2

O que se pretende alcançar

  • Conscientização sobre importância de certificação de produto para o setor de cerâmica vermelha.
  • Divulgação sobre procedimentos, custos e benefícios decorrentes da obtenção de certificação de produtos.
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SENAI- FIEMG
SEBRAE MG
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Apoiar a normatização de produtos e à certificação

MICROATIVIDADES


Realizar capacitação e consultoria técnica individual especializada nas empresas do setor, para apoiar o processo de normatização e padronização de produtos e formas de adequação às exigências regulatórias, eliminando eventuais deficiências apresentadas em relação à baixa qualidade e à falta de padronização dos produtos.

  • Informações complementares: 
    Para obter mais informações, consultar os sites: http://www.abceram.org.br/site/index.php?area=2&submenu=22;  


Realizar capacitação e consultoria técnica individual especializada nas empresas do setor, para apoiar as indústrias nas adequações às normas relacionadas ao cumprimento de operações e procedimentos para certificação na NBR ISSO 9001:2000.

2

Sensibilizar as empresas do setor sobre a importância do processo de normatização de produtos, em atendimento às exigências das normas para placas cerâmicas

MICROATIVIDADES

  • Informações Complementares:
    Promoção de palestras de sensibilização.

    Normas que devem ser consideradas: NBR 13816; NBR 13817;
    NBR 1818 e NBR 13582, NBR 7172 e NBR 7171 telhas e blocos cerâmicos e NBR 13858-1 E NBR 13858-2 telhas de concreto e sobre o processo de certificação NBR ISO 9001:2000.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Desenvolver e / ou aprimorar práticas de responsabilidade social empresarial e ambiental do setor
1

Desafio/Oportunidade

  • Baixa percepção da sociedade em relação aos benefícios gerados pelas empresas no entorno de suas instalações.
  • Necessidade de aumento das práticas sustentáveis desenvolvidas pelas indústrias do setor.
2

O que se pretende alcançar

  • Execução de práticas social e ambientalmente responsáveis pelas empresas.
  • Avaliação do impacto social e ambiental gerado na comunidade do entorno das empresas.
  • Melhoria da imagem do setor nas cidades do entorno.
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SENAI- FIEMG
SEBRAE MG
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Mapear boas práticas em aspectos ambientais

-

2

Promover Responsabilidade Social e Ambiental entre as empresas

MICROATIVIDADES


Selecionar empresas a serem impactadas.

Realizar workshop de Responsabilidade Social para nivelamento do conhecimento sobre o tema entre as empresas.

  • Informações Complementares:
    Para obter mais informações, consultar o site: http://www7.fiemg.com.br/fiemg/produto/producao-mais-limpa


Mapear internamente nas empresas, seus processos de gestão relacionados à sustentabilidade.


Apoiar adequação legal das empresas em aspectos sociais.


Elaborar planos individuais para adequação da gestão e infraestrutura empresarial para fomento à práticas sustentáveis.

3

Sensibilizar empresas quanto à importância da produção sustentável

MICROATIVIDADES

Identificar e divulgar exemplos de sucesso referentes ao aproveitamento de resíduos, eficiência no uso de recursos e adequação às exigências ambientais.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Estimular eficiência no consumo de energia
1

Desafio/Oportunidade

  • Alto consumo energético no processo produtivo das empresas do setor.
2

O que se pretende alcançar

  • Redução do gasto energético e consequente redução do custo de produção.
  • Aumento da eficiência energética nos processos produtivos.
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SENAI- FIEMG
SEBRAE MG
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Sensibilizar empresários quanto ao uso racional de energia

MICROATIVIDADES

Promover a divulgação de informações e estudos sobre programas e mecanismos para a redução do consumo de energia nas empresas do setor.


Realizar consultoria técnica individual para melhoria da eficiência energética.

  • Informações Complementares:
    Capacitação da mão de obra sobre os novos processos e boas práticas para econômica de energia.
    Acompanhamento da execução do plano de ação proposto.

2

Apoiar empresas a obter melhor aproveitamento de recursos energéticos

MICROATIVIDADES


Realizar diagnóstico individual para levantamento da utilização de energia no processo produtivo (queima e processos).

  • Informações Complementares:
    O diagnóstico pode focar nos seguintes pontos:
    Melhoria no processo de combustão por meio de regulagem e ajuste da relação ar/combustível;
    Melhoria do isolamento térmico nas portas dos fornos;
    Mistura de resíduos na massa cerâmica, como o pó de balão;
    Identificação de necessidade de revestimento interno dos fornos com fibra cerâmica;
    Controle da queima por meio da instalação de termopar;
    Indicações para utilização de resíduos de outros processos produtivos como insumos energéticos para fornos.

    Utilizar como benchmark o Guia Técnico para a Indústria de Cerâmica Vermelha elaborado pela FIEMG em parceria com o SINDICER, e o estudo elaborado pela FEAM denominado Plano de Ação para Adequação Ambiental e Energética das Indústrias de Cerâmica Vermelha no Estado de Minas Gerais.

Promover a integração entre empresas e órgãos que desenvolvem ações para a utilização de diferentes fontes de energia alternativa no processo produtivo de cerâmica vermelha.

  • Informações Complementares:
    No estado de Minas Gerais há legislação que proíbe a utilização de MDF como insumo para produção cerâmica. Atualmente, há uma ação em tramitação a nível estadual que visa a aprovação da utilização dos resíduos de madeira como fonte de energia alternativa no processo de produção de cerâmica vermelha. 

Levantar os investimentos necessários para melhoria da planta produtiva, objetivando redução no consumo de energia.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Para visualizar o conteúdo completo, acesse pelo desktop ou preencha o formulário abaixo e receba o material por e-mail.
Apoiar empresas na obtenção de financiamento
1

Desafio/Oportunidade

  • Processos industriais pouco automatizados e necessidade de modernização das plantas produtivas.
  • Dificuldade na captação de recursos para investimento em modernização e tecnologias de produção.
2

O que se pretende alcançar

  • Tornar as empresas capazes de planejar projetos de investimento e captar recursos.
  • Orientação sobre mecanismos para a captação de recursos visando a modernização do processo produtivo. 
3

Stakeholders

IEL-FIEMG
SENAI-FIEMG
SEBRAE MG
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
Indústria do setor

1

Capacitar empresas na captação e utilização de recursos financeiros providos por entidades de crédito e investimento

MICROATIVIDADES


Orientar as empresas na elaboração de documentos visando a participação em projetos de inovação. 

2

Promover conhecimento sobre as fontes de financiamento e suas características

MICROATIVIDADES


Mapear fontes de financiamento e linhas de crédito disponíveis para desenvolvimento e incentivo à inovação e identificar especificidades.


Divulgar disponibilidade de recursos financeiros para inovação para as empresas.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Aprimorar gestão de qualidade e otimização dos processos produtivos
1

Desafio/Oportunidade

  • Processos industriais pouco automatizados e necessidade modernização das plantas produtivas.
  • Baixa produtividade por trabalhador, em comparação a outras regiões produtoras do país e do mundo
2

O que se pretende alcançar

  • Melhoria dos processos industriais, com redução de perdas e otimização de recursos da produção e consequente aumento da produtividade industrial.
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SENAI - FIEMG
SEBRAE  MG
Associação Nacional dos Fabricantes de Máquinas e Equipamentos para a Indústria de Cerâmica (ANFAMEC)
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL)
Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (CETEC)
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
Indústrias do setor 

1

Melhorar os processos de gestão da produção

MICROATIVIDADES


Identificar gargalos da linha produtiva das empresas.


Auxiliar empresário na análise de investimentos para compra de máquinas e/ou equipamentos.


Realizar consultoria individual para estruturação customizada de processos e práticas de gestão.

  • Informações Complementares:
    Módulo I: Análise e definição otimizada de layout da planta produtiva.
    Módulo II: Mapeamento e adequação de processos produtivos.
    Módulo III: Programa de produção mais limpa e eficiência produtiva.
    Módulo IV: Implantação da metodologia de planejamento e controle da produção (PCP).

Realizar capacitação e consultoria customizada para implantação e/ou melhoria de programas de gestão de qualidade nas empresas do setor. 

  • Informações Complementares:
    Consultar: http://portal.anicer.com.br/psq/empresas-qualificadas-psq/

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Para visualizar o conteúdo completo, acesse pelo desktop ou preencha o formulário abaixo e receba o material por e-mail.
Apoiar no desenvolvimento de novos produtos e posicionamento de mercado
1

Desafio/Oportunidade

  • Falta de investimentos em marca e posicionamento de mercado pelas indústrias do setor.
  • Dificuldade de diversificação e inovação em produtos.
2

O que se pretende alcançar

  • Melhorar a percepção da qualidade dos produtos, diversificar o portfólio e consequentemente promover o aumento nas vendas.
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SENAI- FIEMG
SEBRAE  MG
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Realizar consultoria técnica especializada para posicionamento de mercado das empresas

MICROATIVIDADES

  • Informações Complementares:
    A consultoria deverá ser realizada em duas etapas:
    Etapa 1: Análise e adequação do portfólio de produtos.
    Etapa 2: Criação / modernização da identidade visual da empresa: Criação / modernização da marca e logomarca e pesquisa e registro da marca junto ao INPI, criação / modernização e registro de website, criação de manual de identidade da marca, criação de papelaria personalizada (cartão, timbrado, envelope, folder institucional, catálogo de produtos).

2

Realizar consultoria para desenvolvimento de novos produtos que incentive a diversificação de portifólio

MICROATIVIDADES

Realizar capacitações teóricas in company para desenvolvimento de novos produtos.

Assessorar as indústrias no desenvolvimento de um novo produto.

  • Informações Complementares:
    O novo produto deverá seguir todas as normas pertinentes que determinar a ABNT e ter proposta de design inovadora e diferenciada.

Elaborar estudo de análise de custo e precificação e de mercados alvo para comercialização do novo produto.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Promover o setor de Cerâmica Vermelha
1

Desafio/Oportunidade

  • Necessidade de divulgação do setor junto aos públicos de interesse.
2

O que se pretende alcançar

  • Melhoria da imagem do setor junto aos mercados consumidores e sociedade.
  • Aumento das vendas por meio da promoção do setor e da identificação de mercados alvo.
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SENAI- FIEMG
SEBRAE MG
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Apoiar a participação dos empresários do setor em eventos regionais e em feiras (regionais, nacionais e internacionais) do setor da Construção Civil e de Decoração

MICROATIVIDADES

Identificar canais de comunicação para promover o setor junto a todos os públicos de interesse.

  • Informações Complementares:
    Públicos de interesse: arquitetos, engenheiros, construtores, decoradores, fabricantes de produtos complementares, governo (nos níveis: estadual e municipal), canais de distribuição (pequeno e grande varejo) e potenciais consumidores.

Elaborar e divulgar catálogo de eventos anuais para divulgação do setor cerâmica entre empresas e consumidores de outros setores.

  • Informações Complementares:
    Eventos prospectados: Encontro Internacional de Fornecedores e Cerâmicas (FORN&CER); Parceria entre a Associação Nacional dos Fabricantes de Máquinas e Equipamentos para a Indústria de Cerâmica (ANFAMEC) e a Rede Ibero-americana de Desenvolvimento Sustentável da Indústria de Cerâmica Vermelha (IBERCERAM).

Apoiar a realização de encontros regionais com Sindicatos da indústria de Construção Civil, visando a divulgação e discussão sobre características do produto e suas vantagens para o mercado consumidor.

  • Informações Complementares:
    Encontos para debater as características e dificuldades do setor de cada regional do estado.

2

Elaborar Plano de Comunicação para promoção do setor junto a públicos de interesse

MICROATIVIDADES

Criar campanha de promoção do setor, com elaboração de peças publicitárias e de ferramentas para a divulgação dos pontos fortes do setor

  • Informações Complementares:
    O plano de comunicação deverá levar em conta as diretrizes e informações levantadas sobre o setor na ação de estudo de mercado, contida neste programa.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Expandir atuação mercadológica
1

Desafio/Oportunidade

  • Ampliação de mercados por meio da participação em feiras.
2

O que se pretende alcançar

  • Melhoria da imagem do setor junto aos mercados consumidores e sociedade.
  • Aumento das vendas por meio da promoção do setor e da identificação de mercados alvo.
3

Stakeholders

IEL - FIEMG
SENAI- FIEMG
SEBRAE MG
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Realizar estudo de mercado do setor de Cerâmica Vermelha

MICROATIVIDADES

Identificar as principais preferências dos mercados consumidores.

  • Informações Complementares:
    Foco em arquitetos, decoradores e construtores civis.

Mapear a demanda por produtos diferenciados e com valor agregado.

  • Informações Complementares:
    Produtos identificados: telhas esmaltadas com design diferenciado, cores diferenciadas, tijolos decorativos.

Identificar as múltiplas aplicações dos produtos do setor bem como suas vantagens frente a materiais substitutos.

Mapear os canais de comercialização e oportunidades para fornecimento a projetos governamentais, no âmbito estadual e municipal, de acordo com a região onde a indústria estiver instalada.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Para visualizar o conteúdo completo, acesse pelo desktop ou preencha o formulário abaixo e receba o material por e-mail.
Desenvolver competências gerenciais
1

Desafio/Oportunidade

  • Baixo conhecimento de conceitos e processos de gestão empresarial.
2

O que se pretende alcançar

  • Fortalecer as lideranças empresariais do setor para a tomada de decisão com base no direcionamento estratégico, diretrizes e prioridades estratégicas da empresa.
3

Stakeholders

SENAI - FIEMG
IEL - FIEMG
SEBRAE MG
Universidade Federal Vale do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM)
Universidade Federal São João Del Rei (UFSJ)
Instituto Tecnológico Federal de Minas Gerais (ITFMG)
Centro Federal de Educação Tecnologica (CEFET MG)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal de Uberlândia (UFU)  
Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL)
Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (CETEC)
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Estabelecer parcerias com instituições de pesquisa e ensino para capacitar os empresários do setor em inovação e elaboração de projetos para as empresas

MICROATIVIDADES

Estabelecer parcerias visando a oferta de cursos na área de Gestão da Inovação. 

2

Mapear demandas e ofertas por conhecimento gerencial

MICROATIVIDADES

Realizar o mapeamento sobre demanda de conhecimento gerencial e a oferta de cursos de graduação e especialização, conforme a necessidade das empresas do setor.

3

Ofertar consultoria para empresas selecionadas, com realização planos de ação individuais para cada empresa

MICROATIVIDADES

Estruturar planejamento estratégico com a criação da matriz de oportunidades e ameaças.

  • Informações Complementares:
    Criação da matriz de oportunidades e ameaças, definição do posicionamento de mercado e a formação da estratégia de preço de venda. 

4

Realizar treinamento customizado ou com foco temático nas indústrias

MICROATIVIDADES

  • Informações Complementares:
    Liderança, gestão empresarial.
    Marketing.
    Planejamento estratégico e sucessão familiar empresarial.
    Planejamento e gestão da produção.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Desenvolver competências técnicas e conhecimento da mão de obra operacional
1

Desafio/Oportunidade

  • Baixa qualificação da mão de obra.
  • Necessidade de melhoria na qualificação técnica da mão de obra na indústria sobre as boas práticas na produção cerâmica e sobre as exigências ambientais.
2

O que se pretende alcançar

  • Capacitação e consequente aumento da produtividade por meio do aprimoramento dos processos produtivos, reduzindo problemas de não conformidades.
3

Stakeholders

SENAI - FIEMG
IEL - FIEMG
SEBRAE MG
Universidade Federal São João Del Rei (UFSJ)
Instituto Tecnológico Federal de Minas Gerais (ITFMG)
Centro Federal de Educação Tecnologica (CEFET MG)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal de Uberlândia (UFU)  
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL)
Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais - CETEC
Sindicato das Indústrias de Cerâmica para Construção e Olaria no Estado de Minas Gerais (SINDICER)
INDÚSTRIAS DO SETOR

1

Parcerias e fortalecimento de interações entre empresas sediadas na regional e instituições de ensino superior e institutos existentes em outros pólos com produção de cerâmica vermelha.

MICROATIVIDADES

Formação, capacitação e atualização de funcionários e artesãos.

2

Ofertar capacitação técnica de acordo com as caraterísticas e necessidades específicas do setor

MICROATIVIDADES

Oferta de cursos de qualificação técnica, aprendizagem industrial e graduação para trabalhadores, de acordo com necessidades de cada regional. 

  • Informações Complementares:
    MÓDULO I - BOAS PRÁTICAS E MELHORIA DA PRODUTIVIDADE NA FABRICAÇÃO DE CERÂMICAS: Capacitar a mão de obra (operacional e supervisão) sobre aspectos técnicos do processo produtivo como a plasticidade e fusibilidade para propiciar trabalhabilidade e resistência mecânica durante a queima de argila, apresentando os conceitos e práticas para aprimorar e melhorar a qualidade dos produtos e promover conhecimentos sobre os custos associados ao desperdício de matéria-prima e má utilização de das mesmas.

    MÓDULO II – EXIGÊNCIAS AMBIENTAIS LEGAIS E FONTES DE ENERGIA COMBUSTÍVEL PARA O SETOR DE CERÂMICA: Capacitar e sensibilizar sobre as práticas sustentáveis de produção e obrigações ambientais legais da atividade de extração de argila, produção de cerâmica e destinação de resíduos da produção e sobre processo de produção utilizando diferentes fontes e energia, considerando custos e os efeitos da utilização de cada fonte para o processo produtivo e para o valor do produto final.


3

Mapear as demandas por capacitação técnica

MICROATIVIDADES

Realizar o mapeamento da oferta de cursos técnicos existentes e da necessidade de criação de outros cursos específicos, conforme a necessidade das indústrias do setor.

Transforme essas informações em negócios.

Mande um e-mail para pcir@fiemg.com.br
e converse com a equipe técnica da FIEMG.

Para visualizar o conteúdo completo, acesse pelo desktop ou preencha o formulário abaixo e receba o material por e-mail.

Ações em destaque no setor

FIEMG e SEBRAE MG promovem o desenvolvimento do setor ceramista do norte do estado

Inciativa beneficia micros e pequenas empresas

PCIR e Sebrae orientam ceramistas de Igaratinga

Workshop esclareceu as mudanças na NBR 15270 e alteração na legislação Ambiental Cerâmica Vermelha

Baixe o Plano Setorial
Cerâmica Vermelha

Bons investimentos nascem de informações precisas.

Preencha o formulário abaixo e receba gratuitamente o material completo de todas as regiões em seu e-mail.